sábado, 16 de maio de 2009

Indústria do Triângulo Mineiro tem aumento do faturamento no primeiro trimestre de 2009

Os resultados da indústria do Triângulo Mineiro no primeiro trimestre de 2009 foram positivos, porém ainda reflete as dificuldades enfrentadas pelas empresas em função da crise, tendo em vista que as expansões verificadas são cada vez menos expressivas. O que determinou o aumento no faturamento foram as vendas externas. Já o incremento no emprego impactou favoravelmente a massa salarial real. Com relação ao mês de março, no geral os indicadores foram de crescimento, entretanto, ainda é cedo para confirmar a manutenção dessa expansão nos próximos meses.

Em março, o faturamento cresceu 7,07%, comparado a fevereiro. Quando a base de comparação é o mesmo mês de 2008, houve queda de 4,03% na variável. No acumulado do ano até março, as vendas reais mostraram aumento de 1,35%, contra igual período de 2008. As horas trabalhadas na produção reduziram 8,67%, em março contra fevereiro. Tomando como base março do ano anterior, o recuo foi de 28,40%. No primeiro trimestre de 2009, na comparação com o mesmo período do ano passado, o decréscimo no indicador foi de 12,37%. 

O emprego registrou expansão de 6,31% em março, frente fevereiro. Comparado a março do ano passado, houve elevação de 8,98% no pessoal empregado. Entre janeiro e março de 2008, a variável apresentou incremento de 7,66%, em relação aos mesmos meses de 2008. A massa salarial real cresceu 5,76% em março, ante fevereiro. Em relação a março de 2008, o aumento foi de 7,67% na variável. No acumulado do ano até março, o indicador mostrou acréscimo de 12,44%, quando comparado ao mesmo período de 2008.

A utilização da capacidade instalada registrou incremento de 6,46 pontos percentuais (p.p.) em março (76,86%), contra fevereiro (70,40%). Comparado a igual mês do ano anterior (81,57%), houve recuo de 4,71 p.p. na variável. Entre janeiro e março de 2009, a utilização da capacidade instalada média foi de 72,09%, frente 80,84% nos mesmos meses do ano passado.

Serifa Comunicação Integrada

Seguidores