sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Minas amplia atendimento para pacientes renais crônicos

Ministério da Saúde autoriza unidade no município de Pirapora a realizar atendimento em nefrologia. Expectativa é tratar até 72 pessoas por mês

A cidade de Pirapora, em Minas Gerais, vai ampliar o atendimento para pacientes com problemas renais crônicos. Portaria publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira, 10 de dezembro, autorizou a Unidade de Terapia Renal Substitutiva do município a oferecer os serviços em nefrologia pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

 A unidade possui 12 máquinas de hemodiálise e poderá atender até 72 pacientes por mês. Além de poder marcar consultas, a população poderá realizar procedimentos como a hemodiálise - processo de filtragem de substâncias indesejáveis no sangue de pacientes com insuficiência renal. De janeiro a setembro deste ano, estima-se que 9.157 pacientes renais crônicos tenham sido atendidos pelo SUS em Minas Gerais.
 
A autorização para oferecer serviços em nefrologia segue a Política Nacional de Atenção ao Portador de Doença Renal, criada em 2004. A proposta é desenvolver estratégias de promoção da qualidade de vida, educação, proteção e recuperação da saúde de pessoas portadoras de problemas renais.
 
Agência Saúde
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores