terça-feira, 8 de junho de 2010

Minas Gerais pode repetir recorde de 2005 na safra de soja

Arquivo
A safra mineira de soja neste ano pode repetir recorde de 2005
A safra mineira de soja neste ano pode repetir recorde de 2005

BELO HORIZONTE (08/06/10) - A safra mineira de soja neste ano deve alcançar um volume da ordem de 3 milhões de toneladas, equiparando-se ao recorde estadual registrado em 2005. Os dados constam do levantamento divulgado nesta terça-feira (8) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). De acordo com a previsão atual, haverá um aumento de 9,8% sobre a safra do grão do ano passado no Estado, que foi de 2,7 milhões de toneladas.

Para o superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa-MG), João Ricardo Albanez, "o aumento previsto na produção mineira de soja é um reflexo principalmente da migração dos produtores de milho para o cultivo da soja, que apresentava preços mais remuneradores na época do plantio da safra". Ele esclarece que houve um expressivo aumento da área plantada: a safra atual registrou um milhão de hectares na comparação com 929 mil hectares plantados período anterior. Uma expansão de 8,8%.

Albanez ainda observa que o cenário nacional da produção de soja também confirma os efeitos dessa migração, pois a estimativa é de uma variação positiva de 20,2%. A previsão para a safra brasileira de 2010 é de 68,7 milhões de toneladas na comparação com os 57,2 milhões de toneladas registrados na safra anterior, informa a Conab.

O feijão de terceira safra é outro produto que se destaca no cenário da produção mineira, com estimativa de aumento de produção de 14,3%. A previsão é de uma safra de 174,4 mil toneladas contra as 152,6 mil toneladas registradas no período anterior. "Por causa da queda de produção na segunda safra, tanto em Minas quanto no Brasil, os preços aumentaram. Com isso, os produtores se sentiram incentivados a aumentar o plantio da terceira safra", comenta Albanez. Ele lembra que o feijão da terceira safra é irrigado e, consequentemente, tem um maior custo de produção.

Agência Minas
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br

Seguidores