terça-feira, 15 de junho de 2010

Cemig monta plano especial para a Copa do Mundo

A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig preparou um esquema especial para garantir a energia da torcida na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) durante os jogos da seleção do Brasil na Copa do Mundo. Para tanto, foi montado um plano de alerta nos locais com maior concentração de pessoas e haverá o constante monitoramento das condições meteorológicas, do sistema elétrico e do comportamento das cargas antes e durante as partidas da Seleção. Equipes de eletricistas serão distribuídas em locais estratégicos de forma a possibilitar rápido acesso aos pontos em caso de falha. Os desligamentos programados para manutenção serão suspensos três horas antes dos jogos. 

Além disso, foram implantadas diversas ações para melhorar o desempenho do sistema elétrico e o atendimento aos clientes. Nos últimos 12 meses, a Cemig já investiu R$ 72 milhões na RMBH, revertendo em menores índices de desligamento. Desse total, foram R$ 59 milhões no aumento da capacidade das subestações e R$ 13 milhões em manutenção e reforma da rede de distribuição. A esses valores, somam-se a poda de 117 mil árvores no ano passado e a previsão de mais 160 mil podas até o final deste ano. 

Para o atendimento de solicitações de serviços pelo telefone 116, foram investidos R$ 5 milhões na aquisição de novos servidores para os sistemas de atendimento e na ampliação da capacidade do call center. 

Na capital mineira, o Premiar – Programa Especial de Manejo Integrado de Árvores e Redes, em convênio com a Prefeitura, já identificou 3,7 mil árvores em situação crítica, com risco de queda sobre a rede de eletricidade, das quais mil foram suprimidas e estão sendo substituídas por mudas de espécies adequadas ao ambiente urbano. O Premiar realiza ainda a substituição de 42 quilômetros de redes que abastecem os moradores de Belo Horizonte por cabos protegidos e isolados e o inventário de 240 mil árvores localizadas em áreas públicas da cidade. 

As ações implantadas pela Cemig nos últimos meses já estão revertendo em menos desligamentos de energia. De janeiro a abril deste ano, a Duração Equivalente de Interrupção por Consumidor na Região Metropolitana de Belo Horizonte ficou em 3,3 horas, uma redução de 15% em relação aos quatro primeiros meses do ano passado, quando o DEC da RMBH foi de 3,9 horas. Desse total de horas sem energia, 41% foram provocados pela interferência de árvores na rede elétrica. 

Demanda de energia durante os jogos 

Durante os jogos do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo, a previsão é de redução da carga na área da Cemig em até 1,1 mil megawatts, o equivalente à carga de toda a área Leste de Minas, incluindo as cidades de Itabira, Ipatinga, Governador Valadares, Teófilo Otoni e Almenara. No Subsistema Sudeste/ Centro-Oeste, essa redução pode chega a 11 mil megawatts, ou o equivalente a 1,5 vez a demanda de todo o Estado. 

Agência Minas

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br

Seguidores