sexta-feira, 7 de maio de 2010

Crianças entre seis meses a dois anos devem tomar segunda meia dose contra H1N1

BELO HORIZONTE (07/05/10) - Minas Gerais já vacinou até o momento 434.263 crianças entre seis meses a dois anos contra H1N1, o que corresponde a 111,92% da cobertura. A meta foi superada, mas a imunização deste grupo ainda não terminou. Pais e responsáveis devem ficar atentos, pois para as crianças de seis meses a dois anos a vacina é aplicada em duas meias doses, sendo importante o intervalo de trinta dias entre as duas aplicações. A recomendação é necessária, porque corresponde ao tempo para o organismo produzir maior número de anticorpos e possuir maior imunidade.

Segundo o Ministério da Saúde, no ano passado, as crianças entre seis meses e dois anos apresentaram a maior taxa de incidência de casos graves confirmados para influenza H1N1, com taxa de 154 por 100 mil habitantes, seguida pela população de 20 a 29 anos (56/100.000).

Além de chamar este grupo para a segunda dose, o Ministério da Saúde reforça a importância de manter as medidas de prevenção, como lavar sempre as mãos, evitar tocar boca e olhos, não compartilhar alimentos ou objetos de uso pessoal, como copos e talheres e cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar.

A última etapa da campanha voltada para adultos de 30 a 39 anos começa a partir da segunda-feira (10), até o dia 21 de maio. A Coordenadora de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), Tânia Brant, chama a atenção para a vacinação deste grupo. "A vacinação deste público, como o de todos os envolvidos na campanha, é muito importante, pois a vacina é o meio mais eficaz contra a influenza", afirmou.

Agência Minas
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br

Seguidores