segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Centro Viva Vida conscientiza sobre gravidez na adolescência

Marcella Marques
A campanha
A campanha "vida no tempo certo" foi implantada pelo Centro Viva Vida

FRUTAL (08/02/10) - Em Frutal, município do Triângulo Mineiro, 60% das gestantes são adolescentes. Visando reduzir esse número, o Centro Viva Vida instalado na cidade implantou, desde o ano passado, a campanha "A vida no tempo certo". Por meio dessa campanha os jovens da comunidade recebem orientações sobre formas de prevenção e as consequências geradas por uma gravidez precoce.

De acordo com a assistente social do Centro Viva Vida, Daura Luzia de Freitas, a campanha foca não apenas o adolescente, mas também o contexto em que ele está inserido, abrangendo dessa forma a família e a escola.

"A questão da gravidez na adolescência envolve a sociedade como um todo. A maioria das meninas que engravidam não tem condições financeiras nem emocionais para assumir a maternidade. Isso significa que a gestação inesperada irá trazer consequências para a gestante, família e também para o recém-nascido não somente no período da gestação, mas ao longo da vida", destaca a assistente social.

Para desenvolver a campanha "A vida no tempo certo", a equipe do Centro Viva Vida buscou parceria de instituições de ensino, como escolas e universidades da região. Apresentações teatrais estão sendo realizadas para alunos das redes estadual e municipal. Além disso, uma cartilha com história em quadrinhos mostrando a importância da prevenção é distribuída em todos os estabelecimentos onde ocorrem as apresentações.

Segundo o Ministério da Saúde, as meninas de 10 a 20 anos respondem por 25% dos partos feitos no país. Cerca de 1,1 milhão de adolescentes engravidam por ano, em todo o Brasil. Em Minas Gerais, em 2007, houve 259.505 partos. Desse total, 48.592, ou seja, 18,7%, das mães tinham idade entre 10 e 20 anos. Para mudar essa situação, a Secretaria de Estado de Saúde vem criando os Centros Viva Vida que, entre outros objetivos, visa orientar a população sobre a importância do planejamento familiar.

Viva Vida

Inaugurado em dezembro de 2007, o Centro Viva Vida de Frutal atende a população dos 11 municípios que compõem a microrregião sanitária de Frutal/Itapagipe, estimada em 144 mil habitantes. A unidade presta assistência integral à saúde sexual e reprodutiva de mulheres e homens e à criança de risco.

Para colocar o CVV de Frutal em funcionamento, a SES fez investimentos da ordem de R$ 1.637.000, sendo R$ 919.701 nas obras e R$ 738.000 na aquisição de equipamentos. A SES arca, ainda, com o custeio mensal de R$ 41.681,51.

No CVV de Frutal são oferecidos os serviços de assistência à concepção, planejamento familiar e esterilidade de casais; pré-natal de alto risco; prevenção do câncer ginecológico, mama e urológico e cirurgias de vasectomia; assistência a crianças com doenças verticais e baixo peso e assistência às mulheres e crianças vítimas de violência.

Espaço de promoção da vida

 Muitas mortes de crianças de até um ano de idade e de mulheres durante a gravidez podem ser evitadas com um atendimento preventivo de qualidade, durante e depois da gestação, no planejamento familiar e no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento das crianças.

Para organizar este atendimento, foi necessário melhorar a estrutura dos serviços, com construções e compra de equipamentos, criação de normas de atendimento para apoiar os profissionais de saúde e treinamentos em todos os níveis de assistência; PSF, unidades básicas de saúde e nos hospitais e maternidades.

Foi planejada uma rede de serviços de saúde de modo que a mulher e a criança possam ter atendimento de qualidade o mais próximo possível da região de sua moradia na atenção primária, secundária e terciária de saúde. O Centro Viva Vida se insere dentro da rede no nível de atenção secundária.

Agência Minas

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores