segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Governo e Servas entregam Brinquedotecas em Cataguases

BELO HORIZONTE (14/12/09) - O Governo de Minas e o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas)entregam nesta terça-feira (15), às 10h, em Cataguases (Praça Rui Barbosa, nº 80, Centro, na sede da Energisa), Brinquedotecas Móveis  para os hospitais de Cataguases, Leopoldina, Manhumirim. A brinquedoteca, que tem projeto arquitetônico especial desenvolvido por equipe técnica e criação registrada pelo Servas, visa contribuir para a recuperação de crianças e adolescentes atendidas em hospitais públicos e filantrópicos.

A brinquedoteca é composta por dois módulos articulados e sobrepostos, divididos em compartimentos contendo 96 itens como brinquedos, livros, lápis, jogos e DVDs. O equipamento é leve, com rodízios que facilitam o transporte para os diversos ambientes do hospital, com mesinhas de apoio para que a criança no leito possa brincar. O módulo é equipado também com TV, DVD e MP4. Projetada com as dimensões de 0,60 m de profundidade por 1,40 m de altura, permite fácil deslocamento entre os ambientes do hospital. São quatro modelos ilustrados com animais da fauna brasileira: onça, tartaruga, lobo-guará e mico-leão. Os brinquedos foram escolhidos de acordo com a orientação de pedagogos e terapeutas.

Segundo o governador Aécio Neves, a brinquedoteca foi criada dentro de um amplo projeto do Governo de Minas que tem por objetivo melhorar o atendimento nos hospitais públicos do Estado. "A marca diferenciada e que torna ainda mais vigoroso e inspirador esse projeto é que ele contou com a participação e com a solidariedade da iniciativa privada e de muitas famílias mineiras", afirmou o governador, no lançamento do projeto.

Para a presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Andrea Neves, a brinquedoteca é muito mais que um brinquedo: ela faz parte do processo terapêutico, contribuindo para a recuperação da criança.  "Estamos entregando as primeiras 120 Brinquedotecas e elas vão viajar por toda Minas Gerais, vão para hospitais do Triângulo, Jequitinhonha, Sul e Norte do Estado", afirmou Andréa Neves, na ocasião. "É uma forma de dizer a crianças e adolescentes em tratamento de saúde e a seus familiares que nós nos importamos com elas", é a mensagem da presidente do Servas.

Creches e hospitais

A parceria do Governo de Minas com o Servas e empresas privadas já patrocinou outras duas versões de brinquedoteca. A primeira foi lançada em 2004 e atendeu 468 creches em 129 municípios mineiros. Mais de 35 mil crianças com idade entre zero e seis anos foram beneficiadas com a entrega de kits de brinquedos e livros. O programa também capacitou 734 educadores infantis para utilizar o material distribuído em atividades pedagógicas.

A partir de 2007 começaram a ser instaladas cinco Brinquedotecas Hospitalares em Belo Horizonte. Foram beneficiados o Centro Psíquico da Adolescência e Infância (Cepai), o Hospital Infantil João Paulo II, Hospital da Baleia e Santa Casa, que recebeu duas unidades.

As Brinquedotecas Hospitalares são diferentes da Brinquedoteca Móvel por se tratarem de estruturas fixas, projetadas e instaladas em espaços do próprio hospital. Para a nova fase foram criados os módulos móveis que beneficiarão hospitais das redes Pro-Hosp e Fhemig.

Novo site

O programa brinquedoteca tem um site exclusivo. Para conhecer o programa e, quem quiser fazer doações e participar, deve acessar o site: www.brinquedoteca.servas.org.br

Parceiros

A Ricardo Eletro doou todas as televisões de LCD que compõem as primeiras 120 Brinquedotecas Móveis produzidas. O empresário Ricardo Nunes, dono da rede, afirmou: "Eu fui procurado para vender as televisões. Mas o projeto inovador e sério me encantou. Eu quero agradecer por ajudar o programa", disse.  

A Cemig doou 50 módulos a hospitais de todo o Estado. Também doaram Brinquedotecas: AeC, Alcance Engenharia e Construção, Andrade Valladares Engenharia e Construção, Associação das Voluntárias do Instituto Mário Penna, Banco BMG, BH Shopping, CCM Construtora, Conserva de Estradas, Consita, Construtora Asteca, Construtora Barbosa Mello, Construtora Cowan, Construtora Emccamp, Construtora Sagendra, Construtora Wanmix, DRB Construtora, Energisa, Engesolo Engenharia, Família Andrada,  Família Mário Franco, Fidens Engenharia, Grupo Asamar, Grupo Bel, Grupo VDL, Grupo Zema, Hipolabor Farmacêutica, Infracon Engenharia E Comércio, Libe Construtora, Orteng  Equipamentos e Sistemas, Patrus Transportes Urgentes, Rede Eletrosom, San Motors, Santa Bárbara Engenharia, Sesi, Sindicato da Indústria da Mecânica  do Estado de Minas Gerais – Sindmec, Supermercados Bahamas, Trip Linhas Aéreas. 

Quadro


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores