quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Projeto Nascer capacita profissionais no Triângulo Mineiro

Durante a próxima semana, enfermeiros, médicos obstetras, ginecologistas e pediatras da Gerencia Regional de Saúde de Uberlândia, Ituiutaba e Uberaba, no Triângulo Mineiro, participam do Curso de Capacitação e Atualização do Projeto Nascer. A iniciativa, que vai beneficiar 60 profissionais, é da Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP/MG), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio das Coordenações da Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente e DST/Aids. 

O objetivo do curso é a redução da transmissão vertical de HIV e sífilis no Estado, por meio da atualização das 89 maternidades já credenciadas e a habilitação de mais 63 novas maternidades, totalizando 152 instituições. É o que explica a referencia-técnica da ESP-MG, Renata Miranda. “A transmissão vertical é aquela passada de mãe para o filho durante a gestação ou parto”. Miranda conta ainda que o outro foco do curso é sensibilizar o profissional da saúde para o aconselhamento, acolhimento e escuta do paciente”. 

Projeto Nascer 

O projeto foi criado em 2003 pelo Programa Nacional de DST/Aids com o objetivo de reduzir a Transmissão Vertical do HIV e Sífilis em maternidades do SUS ou conveniadas, através de fornecimento de insumos para profilaxia, teste rápido para HIV, fórmula infantil, AZT injetável, AZT xarope e inibidor de lactação. Com a iniciativa, serão feitas 14 capacitações em municípios mineiros com localização estratégica.


Agência Minas

farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores