terça-feira, 21 de julho de 2009

Incra/MG debate práticas, pesquisas e formação para educação no campo

Conhecer, analisar e discutir as ações de educação no campo desenvolvidas em Minas Gerais. Esse é o objetivo do Encontro Mineiro de Educação no Campo, que começa nesta quarta-feira (22) e segue até sexta-feira (24) na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O Incra/MG foi o órgão convidado para coordenar os trabalhos do seminário sobre as práticas de educação no campo em Minas Gerais.

O seminário de práticas é voltado para professores da educação básica, estudantes, prefeituras, escolas, universidades e organizações governamentais e não-governamentais que desenvolvem projetos na área de educação no campo. Serão apresentados relatos de experiência pedagógicas em escolas do campo e  discutida a interface desse tema com questões como sustentabilidade, políticas públicas, movimentos sociais e formação de docentes.

Durante a programação do encontro, haverá ainda um seminário específico para pesquisadores, que vai tratar da interação desses temas com a área da pesquisa, e outro sobre docência no campo, que irá discutir as condições concretas do exercício da docência no campo.

A intenção é que, ao final do encontro, as discussões nas áreas de práticas, pesquisa e docência possam contribuir para a troca de experiências entre as diferentes instituições. Também servirão de base para a formação de uma agenda comum, que subsidie as ações do governo no âmbito de uma política educacional específica para as peculiaridades do campo.

O Encontro Mineiro de Educação do Campo é uma promovido pelo  Programa de Estudos e Pesquisas em Educação do Campo e Sustentabilidade (EduCampo), da UFMG, em parceria com movimentos sociais, sindicais e comunitários, organizações governamentais e não-governamentais. 
 
Pronera
A atuação do Incra na área de educação no campo se destaca pelas ações do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), que tem a missão de ampliar os níveis de escolarização formal dos trabalhadores rurais assentados. Em Minas Gerais, o Programa atende atualmente mais de 6 mil jovens e adultos por meio de nove projetos. As ações vão do ensino fundamental à graduação e as propostas pedagógicas são adaptadas à realidade do campo.

Confira na tabela os nove projetos do Pronera em MG

Curso

Alunos

Duração

Região

Fafidia/Fevale – Ensino Superior – Pedagogia, Letras, História e Matemática

180

5 anos

Estado de Minas Gerais

UFMG – Fundep – Ensino Superior – Pedagogia da Terra

60

5 anos

Estado de Minas Gerais

UnimontesFadenor – Ensino Superior – Pedagogia do Campo

50

5 anos

Jequitinhonha, Mucuri, Noroeste e Norte

CENTRO DE FORMAÇÃO 25 DE JULHO – Ensino médio e Técnico em Agropecuária

45

4 anos

Estados de Minas Gerais e Goiás

UFV – FUNARBE – Ensino Médio e Técnico em Agropecuária

120

5,5 anos

Triângulo Mineiro

UNIMONTES – FADENOR –Ensino médio e Técnico em Magistério

60

4 anos 

Nororeste

Escola Agrotécnica Federal de Machado – Fadema – Alfabetização 1º segmento

1693

4 anos

Noroeste

UEMG – FUNDEP – Alfabetização – 1º Segmento

2860

2 anos

Jequitinhonha, Mucuri, Rio Doce, Centro, Sul, Alto Paranaíba e Triângulo

UNIMONTES – FADENOR – Alfabetização 1º e 2º segmentos

1200

2 anos

Norte


Encontro Mineiro de Educação no Campo
Faculdade de Educação da UFMG, em Belo Horizonte 

Programação:
22 de julho – quarta-feira
8h00 Credenciamento 
9h00 Mesa de abertura
10h00 Conferência de abertura Educação do Campo: pesquisa, práticas e formação Miguel Arroyo, Ariovaldo Umbelino
11h00 Exposição de pôsteres (pesquisas e práticas)
13h30 Seminários por eixo temático:
Seminário Mineiro de Pesquisa - eixos 1 (Educação do Campo e Sustentabilidade), 2 (Formação, trabalho docente e condição docente no campo) 
e 3 (Trabalho, políticas públicas, movimentos sociais e educação do campo).
Seminário Mineiro de Práticas – eixos 1 (Educação do Campo e Sustentabilidade), 2 (Formação, trabalho docente e condição docente no campo) 
e 3 (Trabalho, políticas públicas, movimentos sociais e educação do campo).Seminário Condições de realização da docência no campo
17h00 Atividade Cultural
 
23 de julho - quinta-feira
8h30 Mesa redonda: A escola do campo: desafios e possibilidades 
Prof. Maria Isabel Antunes-Rocha (UFMG), Prof. Mônica Castagna Molina (UNB)
11h00 Exposição de pôsteres (pesquisas e práticas)
13h30 Seminários por eixo temático:
Seminário Mineiro de Pesquisa - eixos 1, 2 e 3
Seminário Mineiro de Práticas – eixos 1, 2 e 3
Seminário Condições de realização da docência no campo
17h00 Sessões de Conversa e reuniões de trabalho 
18h00 Lançamento de livros/ Reunião das relatorias para sistematização da produção nos CPCs 
 
24 de julho - sexta-feira
9h00 Mesa redonda: Terra, sujeitos e desenvolvimento sustentável
Profs Antônio Júlio de Menezes Neto (UFMG), outro a    Tenda 
11h00 Reunião dos CPCs para validação das relatorias e preparação para plenária da tarde 
13h30 Apresentação das relatorias dos CPCs - Leitura e aprovação da CARTA do evento   
17h00 MESA de encerramento - Coordenação: UFMG
18h00 Encerramento

Assessoria de Comunicação Social MDA/Incra 


-- 
farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores