sábado, 14 de março de 2015

Vice-governador discute crise hídrica com prefeitos dos municípios da bacia do Paraopeba

Henrique Chendes | Imprensa MG
Antônio Andrade recebe Plano de Saneamento Básico, que pretende integrar ações de 16 cidades, e abre o diálogo para avaliar propostas 

O vice-governador Antônio Andrade se reuniu, nesta quinta-feira (12/3), com prefeitos dos municípios da bacia hidrográfica do rio Paraopeba. 

Durante o encontro, realizado na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), em Belo Horizonte, o representante do Governo de Minas recebeu o Plano de Saneamento Básico a ser executado pelo Consórcio Intermunicipal da Bacia Hidrográfica do rio Paraopeba (Cibapar) em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais. 

A proposta possui o objetivo de subsidiar 16 cidades integrantes do consórcio na captação de recursos para a elaboração de seus Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB).

Também estiveram presentes no evento o deputado estadual João Alberto, o promotor de justiça e coordenador regional das promotorias de Meio Ambiente das bacias dos rios das Velhas e do Paraopeba, Mauro Ellovitch, e o presidente do Cibapar e vice-prefeito de Brumadinho, Breno Carone.

Segundo o vice-governador Antônio Andrade, o governo está disposto ouvir para combater a crise-hídrica. “Neste momento, é importante unir forças para tratar o problema. Este Plano de Saneamento será entregue ao governador e analisado pelas secretarias de Estado relacionadas com o tema, como a de Meio Ambiente e de Agricultura. Queremos ouvir para entender melhor as dificuldades de cada região”, destacou.

Para o deputado estadual João Alberto Lage, o evento demonstra o compromisso do Governo do Estado com os municípios. “Este plano trata, sobretudo, de saúde pública. Quando implantado, irá beneficiar inclusive as gerações futuras. A participação do vice-governador demonstra o compromisso do Governo com os municípios”, completou.

De acordo com o presidente do Cibapar e vice-prefeito de Brumadinho, Breno Carone, o PMSB vai garantir o tratamento de água e esgoto. “Em nove meses vamos desenvolver este plano que irá nortear os municípios nos próximos 20 anos, levando qualidade de vida à população”, afirmou.

O prefeito de Bonfim, Ermir Fonseca Moreira, também elogiou a iniciativa. “O plano desenvolvido pelo consórcio será muito positivo para os municípios, que passam por dificuldades”. Já o prefeito de Pará de Minas, Antônio Júlio, lembrou que “o projeto será benéfico para as comunidades e para o meio ambiente”.

Os municípios de Maravilhas, São Braz do Suaçuí, Ponte Nova, Mateus Leme, Queluzito, Jeceaba, Mário Campos, São José da Varginha, Congonhas e Pequi também tiveram representantes no encontro. 

Bacia do Paraopeba

A Bacia Hidrográfica do rio Paraopeba possui uma extensão que corresponde a 2,5% da área total de Minas Gerais, sendo responsável pelo abastecimento de aproximadamente 53% da população da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de 1,4 milhão de pessoas vivem na região. As atividades de pesquisa e os trabalhos do Plano de Saneamento dos 16 municípios terão início na próxima semana.

via Agência Minas Gerais

Seguidores