sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Defesa Social inaugura Centro de Treinamento na RMBH

Nova estrutura foi apresentada para suprir uma demanda da Seds por um espaço adequado para cursos, práticas e treinamentos integrados

A nova estrutura da Seds é voltada exclusivamente para treinamentos | Flávia Lima

Na tarde desta quarta-feira (03/12), o secretário de Estado de Defesa Social, Marco Antônio Rebelo Romanelli, inaugurou o Centro de Treinamento da Secretaria de Estado de Defesa Social. 

Com um investimento de R$ 2,1 milhões do Governo do Estado e mais recursos oriundos de diversos parceiros, o novo centro ocupa uma área de 12 mil metros quadrados e fica localizado em um terreno próximo ao Presídio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O que antes era uma fábrica desativada que foi desapropriada, hoje dá lugar ao Centro de Treinamento da Secretaria de Defesa Social, com capacidade para receber simultaneamente 300 pessoas. As obras começaram no dia 1º de setembro de 2014 e, três meses depois, com o apoio de parceiros, servidores da Secretaria de Estado de Defesa Social e mão de obra prisional, o espaço está pronto para realizar cursos, atividades práticas e treinamentos com arma de fogo.

O Centro conta com sete salas de aula, três alojamentos com capacidade para acomodar 60 servidores e autoridades, três pátios para treinamento de combate a incêndios, dois estandes de tiros, banheiros, refeitório, cantina, canil, salas administrativas, sala de vídeo, auditório com capacidade para setenta pessoas, enfermaria, recepção e estacionamento.

O secretário de Estado de Defesa Social, Marco Antônio Rebelo Romanelli, destacou as modificações realizadas no local: “Eu tive a oportunidade de estar aqui logo depois da desapropriação e nós não acreditamos no que estamos vendo hoje. Parece que estamos em outro lugar, inteiramente diferente”, disse. O secretário agradeceu, também, o apoio de todos os envolvidos na construção do novo centro: “Hoje, devido ao esforço dos agentes penitenciários, dos diretores de unidades prisionais e de presos que se dedicaram na reforma da obra, temos a satisfação de presenciar alunos em uma sala de aula aprendendo sobre instrução de manuseio de armamentos. O sistema de Defesa Social merece isto, pois este centro faz parte do processo de desenvolvimento de carreiras”, finalizou.

A nova estrutura está funcionando há duas semanas apenas como teste e, a partir de agora, terá capacidade para receber e treinar 300 pessoas de forma simultânea, como agentes penitenciários e socioeducativos. Todo o mobiliário do novo centro de treinamento é proveniente de diversos almoxarifados de instituições públicas, o que possibilitou uma maior economia para o estado.

A operacionalização e a gestão do Centro de Treinamento ficarão sob a responsabilidade da Subsecretaria de Promoção da Qualidade e Integração do Sistema de Defesa Social, por meio da Escola de Formação da Secretaria de Estado de Defesa Social (Efes). As dependências do novo centro serão utilizadas para a realização de cursos, atividades práticas e treinamentos com arma de fogo.

O chefe de gabinete da Subsecretaria de Administração Prisional, Samuel Marcelino de Oliveira Junior, agradeceu a todos os parceiros envolvidos, principalmente aos agentes penitenciários e presos que trabalharam diariamente ao longo dos últimos três meses para a finalização das obras. De acordo com Samuel, cerca de 70 presos, divididos em seis frentes de trabalho, trabalharam diuturnamente para que fosse possível finalizar e entregar o centro. “Para nós, do sistema de Defesa Social, este era um anseio muito grande”, ressaltou.

A nova estrutura voltada exclusivamente para treinamentos suprirá uma demanda da Seds por um espaço adequado para práticas de tiro e demais cursos para agentes penitenciários, agentes socioeducativos, além de treinamentos integrados, envolvendo a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar.

Durante a inauguração, o presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de Minas Gerais, Adeilton de Souza Rocha, falou sobre a importância do centro para a capacitação dos agentes penitenciários: “Nós, que lidamos com a tarefa de ressocializar e reintegrar o indivíduo, temos que ter uma formação contínua, e o Centro de Treinamento vem de encontro a isto”, disse o presidente em seu discurso de agradecimento.

via Agência Minas

Seguidores