domingo, 1 de janeiro de 2012

Emater oferece assistência para ingresso no Programa de Aquisição de Alimentos

Quitandas fabricadas por produtores do PAA de Santa Bárbara do Leste | Emater MG/divulgação

Conquistar espaço no mercado é um constante desafio para a agricultura familiar. Pensando em ajudar os agricultores a superarem as dificuldades, a Emater–MG realiza diversas ações. Entre elas está o trabalho de orientação para que os produtores participem do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Em 2012, 10.339 produtores vão receber assistência da Empresa para comercializarem seus produtos por meio do Programa.

O PAA é uma iniciativa do governo federal, coordenada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Por meio do Programa, os alimentos produzidos pela agricultura familiar são comprados e doados a escolas públicas, creches, asilos e instituições assistenciais. O PAA é dividido em cinco modalidades. A Emater–MG atua na Compra para Doação Simultânea.

O papel da Empresa é mobilizar e cadastrar entidades beneficiárias e agricultores familiares com potencial para comercializar, elaborar estratégias, emitir Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e Declaração de Aptidão ao Programa de Aquisição de Alimentos, prestar assistência na produção e comercialização dos produtos e orientar a gestão do Programa na organização de agricultores.

Desde de 2006, o município de Santa Bárbara do Leste, região Leste de Minas Gerais, implantou o PAA. A iniciativa foi da prefeitura em parceria com a Emater–MG e está garantindo mercado aos agricultores familiares. Atualmente, 88 produtores são beneficiados. Em média, pelo contrato com a Conab, cada um recebe R$ 4.500,00 por ano. O pagamento é feito à associação, que depois repassa o valor ao produtor.

Para a extensionista da Emater–MG, Lourdes da Glória Cardoso, com o PAA os produtores aprenderam a valorizar o trabalho em grupo. "Sem dúvida, isso os fortalece. Eles não tinham para quem vender os produtos e hoje têm. Além disso, recebem um valor justo pelos seus produtos", afirma.

Os alimentos adquiridos da agricultura familiar por meio do PAA são doados a uma creche, um asilo, oito escolas e ao Banco de Alimentos da Prefeitura de Santa Bárbara do Leste. Os produtores fornecem hortaliças, frutas e doces. Célio Maia Teixeira é um dos produtores que participam do Programa. Ele comercializa com a Conab hortaliças, banana in natura e doce de banana.

A entrega dos alimentos acontece toda semana. Por mês são 200 pés de almeirão e 350kg de banana. "Antes era mais difícil vender os nossos produtos. Eu ia de casa em casa. Às vezes vendia, às vezes não. Agora, a comercialização do que nós produzimos é praticamente garantida", afirma o produtor.

Os bons resultados do PAA em Santa Bárbara do Leste têm estimulado a participação de mais produtores a cada ano. De acordo com a Emater–MG, no ano que vem, o número de produtores beneficiados deve chegar a 174.

via Agência Minas
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO

Seguidores