segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Impactos ambientais no sistema Rio Manso

DATA: terça-feira, 29/11
HORÁRIO: 10 horas
LOCAL: Auditório da Assembleia Legislativa


O atual abastecimento de água do sistema Rio Manso é o tema da audiência pública que a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais realizará nesta terça-feira (29/11/11). A reunião foi solicitada pelo seu presidente, deputado Célio Moreira (PSDB) e será às 10 horas, no Auditório. Os deputados discutem ainda as relações da Copasa com os municípios de Brumadinho e Rio Manso.

Segundo o requerimento do parlamentar, os prefeitos das duas cidades encaminharam correspondência ao seu gabinete pedindo a audiência para discutir o sistema Rio Manso, por causa dos impactos ambientais sofridos pelos dois municípios. Além de problemas ambientais, os prefeitos teriam citado impactos sociais e econômicos do funcionamento do sistema da Copasa em Rio Manso e Brumadinho, que completa 20 anos de operação.

Para Célio Moreira, a discussão é oportuna, diante das discussões do Plano Ambiental de Conservação e Uso do Entorno de Reservatório Artificial (Pacuera) do sistema Rio Manso, sobretudo, em aspectos como o uso e a ocupação da bacia hidrográfica do Manso. "Um desses aspectos é exatamente a ocupação no entorno do lago. E outro refere-se ao direito à água, bem como à competência dos municípios de administrarem seu próprio território", destacou o parlamentar.

No entorno do lago da Copasa, incluem-se importantes comunidades como Rio Manso; Souza e Lamas, Conceição de Itagá e Mato Dentro, que juntas representam respectivamente 80% e 18% da população dos municípios de Rio Manso e de Brumadinho, informou Moreira no requerimento.

Convidados - Foram convidados para a audiência, o secretário de Estado de Meio Ambiente, Adriano Magalhães; o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Luciano Badini; o prefeito de Rio Manso, Adair Dornas; o presidente da Câmara de Rio Manso, vereador Altivinho Baeta; o prefeito de Brumadinho, Avimar de Melo Barcelos; o presidente da Câmara da cidade, vereador Leônidas da Silva Maciel; o presidente da Copasa, Ricardo Simões; o diretor-presidente do Instituto Ekos para o Desenvolvimento Sustentável, Mauro da Costa Val; a presidente da Associação dos Amigos do Meio Ambiente de Rio Manso, Lenice Neves Guimarães; e o vice-presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paraopeba, Fábio dos Santos Dutra.

Imprensa ALMG
www.almg.gov.br

-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO

Seguidores