quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Programa de Incentivo à Inovação chega ao Triângulo Mineiro

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), junto com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/MG), apresentou nesta quinta-feira (4) o Programa de Incentivo à Inovação (PII) para empresários e pesquisadores de Uberaba e região. O encontro, realizado na Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), no Triângulo Mineiro, faz parte da iniciativa do Governo de Minas e do Sebrae de planejar ações conjuntas de estímulo à inovação tecnológica nas empresas de biotecnologia e melhoramento genético bovino do Estado.

O PII tem a finalidade de catalisar projetos de ciência e tecnologia em prol do desenvolvimento econômico regional. Desenvolvido pela Sectes, em parceria com o Sebrae, o programa permite que projetos de pesquisa de instituições de ensino sejam transformados em inovações tecnológicas, por meio da integração entre a academia e o setor empresarial. Com essa medida, buscam-se resultados que beneficiem a comunidade acadêmica e a sociedade em geral.

Em Uberaba, o PII terá um perfil diferente do aplicado, por exemplo, no Norte de Minas e em Uberlândia. Ele será viabilizado pelo Polo de Excelência em Genética Bovina e pela unidade do Sistema Mineiro de Inovação (Simi) para Uberaba e região – ambas ações da Sectes, com foco nas demandas empresariais do segmento. Durante o encontro, os presentes conheceram algumas das atividades desempenhadas pelo polo e pelo Simi, como o diagnóstico mercadológico, gerencial e de potencial exportador das empresas da região, conhecida por agregar diversas vertentes de produtos e serviços do mercado pecuário e melhorador de genética bovina.

Para o representante da Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA) e gerente de mercado da empresa Alto Genetics, Tiago Carrara, o PII será a operacionalização do desejo do Polo de Excelência em Genética Bovina de acelerar o desenvolvimento da inovação tecnológica, diante da distância entre o setor produtivo e o acadêmico. "As demandas das empresas são muito específicas. Ao diagnosticar a demanda primeiro, para depois buscar soluções tecnológicas nas universidades, o PII diminuirá essa distância", afirmou Carrara.

Segundo o coordenador do mestrado de sanidade e produção animal nos trópicos da Universidade de Uberaba (Uniube), Wanderson Adriano Biscola Pereira, a iniciativa estimula a produção dos pesquisadores para o mercado e não somente para publicações. "Os pesquisadores nem sempre estão atentos às necessidades do mercado. O PII é importante para proporcionar o contato entre pesquisadores e empresas, de modo que as pesquisas possam ser direcionadas para atender as demandas existentes", ressaltou Pereira.

Polo de Excelência em Genética Bovina
Criado em 2008 pelo Governo de Minas, o Polo de Excelência em Genética Bovina está instalado na sede da ABCZ e tem por objetivo consolidar Minas Gerais como centro de difusão de genética bovina, integrando as competências institucionais no desenvolvimento de atividades de pesquisa e inovação tecnológica direcionada ao setor. As ações desenvolvidas pelo polo contam com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

Sistema Mineiro de Inovação – escritório regional
Inaugurado em 27 de maio de 2011, o primeiro escritório regional avançado do Sistema Mineiro de Inovação (Simi) está instalado dentro da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba. Com a parceria do Polo de Genética, o Simi vai articular ações entre a academia, governo e iniciativa privada, promovendo o avanço tecnológico nas áreas de agropecuária e biotecnologia animal, com a participação de diversas entidades e instituições da região.

via Agência Minas

--
FarolCom | Coletivo de Imprensa
rede web de informação e cultura

Seguidores