quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Educação irá designar professores para o 3º ano do ensino médio

O anúncio foi feito pela secretária Ana Lúcia Gazzola durante coletiva / Divulgação/SEE MG

Para assegurar que os alunos do 3º ano do ensino médio não tenham seu desempenho prejudicado pela paralisação parcial dos professores no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e em vestibulares, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) publicou nesta terça-feira resolução que autoriza a contratação, em caráter emergencial, de professores.

A medida foi tomada para tentar evitar que esses alunos e suas famílias tenham prejuízos irreparáveis e irreversíveis provocados pelo retardamento do ingresso no ensino superior e no mercado de trabalho. O anúncio foi feito, em entrevista coletiva, na tarde desta terça-feira (9) pela secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola.

"Nós estamos orientando as diretoras das superintendências a atuarem junto às diretorias das escolas para contratar os professores necessários e prover as aulas e reforço necessário para que os estudantes do 3º ano assegurem um bom desempenho no Enem. A contratação será imediata, com efeito, a partir de hoje", afirmou a secretária de Estado.

O Enem, mecanismo de seleção criado pelo Ministério da Educação (MEC) para o ingresso dos estudantes do 3º ano do ensino médio às universidades públicas federais, está marcado para os dias 22 e 23 de outubro.

Bom desempenho

No ano passado, os alunos da rede estadual de ensino público conquistaram um terço das vagas da maior universidade mineira, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Esse desempenho, de acordo com a secretária Ana Lúcia Gazzola é resultado do empenho e esforço dos profissionais da educação, bem como dos investimentos realizados pelo Governo de Minas.

Com a paralisação, o bom desempenho dos estudantes da rede pública estadual poderá ficar comprometido. Essa foi a motivação para a publicação da resolução que autoriza, em caráter emergencial, a designação de professores para os estudantes do 3º ano do ensino médio.

A rede pública estadual de ensino conta com 2.141 escolas que oferecem ensino médio. A necessidade estimada pela SEE para que o Governo de Minas cumpra o seu compromisso com os alunos do 3º ano do ensino médio que vão prestar o Enem em outubro é de cerca de 3 mil professores.

Reforço para os estudantes

O contrato dos professores designados deve durar até o final do ano letivo de 2011. Caso o diretor ache necessário, os designados poderão auxiliar em atividades como aulas de reforço.

Esses profissionais irão ministrar conteúdos relativos ao 1º semestre de 2011 para os alunos que cursam esse ano e que tiveram suas aulas regulares interrompidas em virtude da paralisação. A contratação também será estendida para cobrir o conteúdo do 2º semestre de 2011, para assegurar a todos os alunos do 3º ano do ensino médio a continuidade dos estudos.

A designação dos professores deverá ser feita pelos diretores das escolas da rede estadual, que organizarão também o calendário de reposição das aulas. Deverão ser designados professores que tenham licenciatura plena ou que sejam autorizados a ministrar conteúdos específicos.

Já em relação à reposição das aulas dos alunos do ensino fundamental e dos demais estudantes do ensino médio, a secretária afirmou que não há medida a ser tomada. "Respeitamos o direito de greve, mas para os estudantes do 3º ano do ensino médio, diferentemente dos demais, não será possível contornar os dias paralisados mediante a reposição de aulas sem o sacrifício do Enem e dos vestibulares", destacou Ana Lúcia Gazzola.

A Resolução SEE nº 1.905 foi publicada no Jornal Minas Gerais desta terça-feira e autoriza a designação de professores para ministrar os conteúdos curriculares para os alunos do 3º ano do ensino médio.

Segundo o documento, a designação poderá ocorrer também para Especialistas em Educação Básica, Assistente Técnico em Educação Básica e Auxiliar de Serviços em Educação Básica para garantir a regularidade do funcionamento do 3º ano do ensino médio.

via Agência Minas
--
FarolComColetivo de Imprensa
rede web de informação e cultura

Seguidores