terça-feira, 5 de julho de 2011

Conceição do Mato Dentro cobra medidas compensatórias

A atividade mineradora da empresa Anglo American em Conceição do Mato Dentro (Região Central do Estado) está provocando uma série de protestos por parte de moradores e representantes de entidades de defesa do meio ambiente. As principais críticas referem-se ao não cumprimento da maioria das medidas compensatórias, mesmo que parcialmente, por parte da empresa; à contaminação da água de diversos córregos e ribeirões e ao surgimento de problemas urbanos comuns a grandes cidades. O assunto foi debatido nesta terça-feira (5/7/11) pela Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em audiência pública realizada na Câmara Municipal de Conceição do Mato Dentro. O requerimento foi do deputado Carlos Henrique (PRB).

A Anglo American está construindo um mineroduto entre Minas e Rio de Janeiro com extensão de 525 quilômetros, passando por 33 cidades, sendo 25 em Minas. O investimento estimado gira em torno de R$ 5,5 bilhões. Após finalizado, o duto terá capacidade para transportar cerca de 26,5 milhões de toneladas de minério por ano. A previsão para o início das operações é 2013 e a atividade deve se prolongar por 30 anos.

Leia a íntegra: http://www.almg.gov.br/not/bancodenoticias/Not_850981.asp 
Assessoria de Imprensa da ALMG
--
FarolComColetivo de Imprensa
rede web de informação e cultura

Seguidores