quarta-feira, 6 de julho de 2011

BDMG e FAPEMIG firmam parceria para apoiar a inovação em empresas de Minas

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) lançam, no próximo dia 27, às 9h30, em solenidade aberta ao público no auditório do Banco, duas linhas de financiamento para apoiar projetos de desenvolvimento e/ou implantação de inovação de produtos e serviços, o Pró-Inovação, e para projetos de empresas localizadas em parques tecnológicos de Minas, o Proptec. Na oportunidade, as duas instituições assinam acordo de cooperação técnica e financeira para operacionalizar os produtos. 

 

Ao oferecer às empresas inovadoras produtos com juros baixos e prazos longos, o BDMG e a FAPEMIG se aliam para cumprir uma das determinações do Governo Estadual de dar apoio aos investimentos em inovação, qualquer que seja o setor, na busca da competitividade e sustentabilidade da economia do estado e de empregos com qualidade. "É uma das ações mais importantes dos últimos tempos, em razão do pioneirismo, já que une um banco de desenvolvimento e uma agência de fomento. Ela completa a carteira de modalidades da FAPEMIG, que contempla desde a Iniciação Científica Júnior até as empresas, oferecendo condições para que elas se firmem no cenário internacional de inovação", diz o presidente da FAPEMIG, Mario Neto Borges.


Pró-Inovação
O Pró-Inovação – Produto para Apoio à Inovação nas Empresas – foi criado para financiar investimentos fixos, intangíveis e capital de giro associado de projetos de desenvolvimento ou,  ainda, na implantação de inovações em produtos e serviços das empresas mineiras. Serão destinados, ao todo, R$ 70 milhões, sendo que cada empresa poderá receber até R$ 2 milhões. Elas poderão ser financiadas em até 80% do investimento, incluindo capital de giro de até 30% do valor do investimento total. Os juros são de 8% ao ano, sem correção monetária. A carência é de 12 meses com um prazo de 48 meses para amortização, ou seja, o empresário tem até 60 meses para quitar o financiamento. 

 

Todos os projetos serão submetidos a um comitê técnico, constituído por representantes do BDMG, da FAPEMIG e convidados, que vai julgar se eles contribuem para o lançamento de novos produtos ou serviços inovadores de alto valor no mercado. Podem ser financiados obras civis, máquinas e equipamentos, móveis e utensílios, veículos, instalação e montagem, informatização, desenvolvimento tecnológico, pesquisa e desenvolvimento, licenciamento ambiental e capital de giro associado. O Pró-Inovação também financia investimentos intangíveis, tais como: consultoria, marketing, design, tecnologia, certificações, treinamentos, entre outros.    

 

Proptec
Outro produto que está sendo lançado é o Proptec - Produto de Apoio às Empresas em Parques Tecnológicos. Sua finalidade é financiar projetos de investimento para implantação, ampliação e modernização de ativos fixos, investimentos intangíveis e capital de giro associado de empresas localizadas em parques tecnológicos do estado. Cada empresa pode financiar até R$ 2 milhões, com juros fixos de 9% ao ano. As demais condições são as mesmas do Pró-Inovação.  Estão disponíveis R$ 30 milhões.

 

Em Uberlândia

Para saber mais informações é só entrar em contato com o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), na Fiemg Regional Vale do Paranaíba (Avenida Rondon Pacheco, 2100, Vigilato Pereira), pelo telefone (34) 3230-5222 ou pelo email nit03@cintap.com.br e falar com a coordenadora do NIT, Ana Paula Garcia.

 

Fonte: http://www.fapemig.br

 

Karen Cardoso | Serifa

--
FarolComColetivo de Imprensa
rede web de informação e cultura

Seguidores