quinta-feira, 19 de maio de 2011

Assembleia promove audiência pública para debater segurança na rede elétrica

A segurança das redes de energia da Cemig nas cidades mineiras será o tema de uma audiência pública que a Assembleia Legislativa de Minas Gerais realiza nesta quinta-feira (19/5/11). Às 11h15, as comissões de Minas e Energia e de Assuntos Municipais e Regionalização se reúnem no Plenarinho IV com convidados para discutir o assunto e propor melhorias na rede. O requerimento para a reunião é dos deputados Rogério Correia e Pompílio Canavez, ambos do PT.

Segundo informações dos gabinetes dos deputados, o Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores na Indústria Energética de Minas Gerais (Sindieletro) vem fazendo alertas sobre o risco de acidentes, como o que matou 16 jovens em 27 de fevereiro, na cidade de Bandeira do Sul (Sul de Minas). Naquela data, uma serpentina metálica lançada de um trio elétrico por um folião provocou um curto-circuito que matou 17 pessoas, deixando outras 50 pessoas feridas. A manutenção preventiva da rede e a troca de equipamentos antigos por outros mais modernos, segundo cálculos do Sindieletro, não custaria mais que R$ 600 mil.

Convidados - Foram convidados para a reunião o superintendente de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), José Augusto da Silva; o presidente da Cemig, Djalma Bastos de Morais; a coordenadora da Promotoria de Justiça Metropolitana de Habitação e Urbanismo do Estado de Minas Gerais, Marta Alves Larcher; o coordenador-geral do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores na Indústria Energética de Minas Gerais (Sindieletro), Jairo Nogueira Filho; e o presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais, Gilson de Carvalho Queiroz Filho.

Assessoria de Imprensa ALMG
Leia também:
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa

Seguidores