terça-feira, 8 de junho de 2010

Governador participa da abertura de dois núcleos do Plug Minas

Wellington Pedro/Imprensa MG
Governador Antonio Anastasia durante visita ao núcleo Oi Kabum!
Governador Antonio Anastasia durante visita ao núcleo Oi Kabum!

BELO HORIZONTE (08/06/10) - O governadorAntonio Anastasia participou, nesta terça-feira (8), da abertura dos núcleos Amigo do Professor e Caminhos do Futuro, os mais novos centros de formação e experimentação digital a entrar em atividade no Plug Minas. Inaugurado em junho passado pelo Governo do Estado, o Plug Minas é formado, agora, por quatro núcleos destinados ao atendimento a jovens com idade entre 15 e 24 anos.

O Núcleo Amigo do Professor é um espaço dedicado aos mestres da escola pública, um local para se aperfeiçoarem no manejo das mais avançadas tecnologias digitais que podem ser usadas em sala de aula, melhorando a qualidade do ensino. O Núcleo Caminhos do Futuro funciona como uma galeria de arte, onde os jovens alunos mostram tudo o que produzem no Plug Minas.

Antonio Anastasia afirmou que o Plug Minas é uma aposta no futuro dos jovens mineiros. Segundo ele, o acesso às novas tecnologias é uma maneira eficiente de inserir os adolescentes no mundo contemporâneo do conhecimento digital. Antonio Anastasia ressaltou que os professores também precisam ter intimidade com as novas tecnologias para que elas possam estar cada vez mais presentes na escola.

"Estamos colocando aqui os professores, para que, nesse Núcleo do Amigo do Professor, os professores também tenham acesso a essas novas tecnologias e esses novos instrumentos que o mundo digital nos oferece. Normalmente, os professores somos de uma geração anterior a essa, que agora existe, que é a geração de tudo muito rápido, com esses instrumentos, essas novidades da internet. Então, é natural que eles também tenham de ter esse acesso", afirmou o governador, em entrevista.

Além dos núcleos Amigo do Professor e do Caminhos do Futuro, funcionam no Plug Minas outros três núcleos:Valores de Minas, Oi Kabum! - Escola de Arte e Tecnologia, e Empreendedorismo Juvenil. Em agosto, será inaugurado o Núcleo Inove - Jogos Digitais. Até o final do ano, todos os núcleos do Plug Minas atenderão juntos 1.350 jovens.

Centro avançado

No Plug Minas, o governador foi recepcionado pelos jovens alunos do Valores de Minas, primeiro núcleo a entrar em atividade, que se revezaram em apresentações de dança de rua, espetáculos circenses, de percussão e música. A solenidade também contou com a participação do apresentador de TV, Edgar Piccoli, que atuou como mestre de cerimônia.

Em seu pronunciamento, o governador afirmou que quando foi concebido, o Plug Minas pareceu um sonho impossível para muitas pessoas. Ele ressaltou que o Governo do Estado decidiu acreditar no sonho e investiu R$ 15 milhões para transformar as dependências da antiga Febem, no bairro Horto, em Belo Horizonte, no espaço que hoje é o Plug Minas, um centro avançado de educação e formação digital que funciona em um espaço de 67 mil metros quadrados.

Segundo Anastasia, a participação dos parceiros de instituições sociais foi fundamental para a concretização do projeto. O Núcleo Amigo do Professor foi desenvolvido em parceria entre o Governo de Minas e o Instituto Unibanco e o Núcleo Caminhos do Futuro.

"Este projeto é algo que orgulha muito a Minas Gerais. Não só o governo, mas a sociedade, a intelectualidade, aos professores e principalmente a juventude de Minas Gerais. Não sei se vocês tiveram a oportunidade de conhecer essas dependências quando aqui era a Febem, um ambiente extremamente negativo, pesado e que não tinha nenhuma esperança. Hoje é o inverso", disse o governador ao lado da superintendente do Instituto Unibanco, Wanda Engel, e do diretor presidente do Instituto Cultural Sérgio Magnani, Fábio Caldeira.

Referência

Morador da casa em frente ao Plug Minas, Bruno Beltran participou da solenidade de abertura dos núcleos e falou para autoridades, alunos e professores como se sentia sendo vizinho no novo espaço.

"Na época da Febem, este era um bairro desvalorizado. Os internos fugiam, invadiam nossas casas, sofríamos agressões. Hoje, por causa do Plug Minas,  a região é referência em educação. Quantos jovens de 14 anos têm chance de fazer cursos técnicos de tecnologias digitais como o Plug Minas oferece? Não existe precedentes em termos do benefício para o bairro e para os jovens", disse ele.

Novas oportunidades

A superintendente do Instituto Unibanco, Wander Egel, afirmou que a conclusão do ensino médio representa para os jovens entrar com o pé direito na vida adulta. Disse também que ter acesso a novas tecnologias faz a diferença entre ter e não ter oportunidade no mundo moderno da informática e que o Plug Minas oferece essa chance aos jovens e agora também aos professores, por meio do Núcleo Amigo do Professor.

"O Plug Minas é uma proposta ousada, moderna, estratégica, que permite às novas gerações a entrada na cultura do conhecimento da era digital. Agora, abre também espaço para os educadores da rede pública", disse ela.

Formação digital

O Núcleo Amigo do Professor tem com o objetivo formar e estimular professores, gestores escolares e futuros professores a usarem as mais avançadas tecnologias digitais em sala de aula. Este ano, serão atendidos 840 profissionais e futuros profissionais. Eles participarão de oficinas, cursos, seminários, palestras oferecidas nas modernas instalações do Plug Minas. Os professores também poderão contar com um laboratório, onde terão a oportunidade de testar e validar o uso pedagógico de tecnologias que contribuirão para melhorar a qualidade do ensino e do aprendizado na escola.

Além disso, eles participarão de atividades não presenciais, que serão realizadas no Portal Amigo do Professor, um ambiente virtual de aprendizagem que está em fase de elaboração e será disponibilizado na internet até o final deste ano. A proposta do portal é enriquecer a aprendizagem baseada na tecnologia da informação.

O Núcleo Amigo do Professor é resultado da parceria entre o Governo de Minas e o Instituto Unibanco. As técnicas a serem desenvolvidas junto aos professores foram concebidas em uma ação conjunta das Secretarias de Estado de Educação e Cultura

Caminhos do Futuro

A proposta do Núcleo Caminhos do Futuro é funcionar como um espaço de exposição da produção dos jovens estudantes do Plug Minas. O objetivo é dar visibilidade aos trabalhos, dando autonomia aos jovens e promovendo a integração entre o que é produzido e a sociedade.

O Caminhos do Futuro abrigará, além de exposições, oficinas, workshops e palestras. A abertura do núcleo acontece com a exposição Encontro Marcado com Fernando Sabino. Os trabalhos que participam da mostra foram produzidos a partir de tecnologias que utilizaram computação gráfica, grafite, vídeo, entre outros. Todos os trabalhos foram produzidos com base nos textos, crônicas e filmes sobre a obra do escritor mineiro. O núcleo funciona com base na parceria do Governo de Minas com o Instituto Cultural Sérgio Magnani.

Estiveram presentes o diretor do Plug Minas, Carlos Gradim, os secretários de Estado de Educação, Vanessa Guimarães, e de Cultura, Washington Mello, e a presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Dulcejane Vaz.

Agência Minas
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br

Seguidores