quinta-feira, 10 de junho de 2010

Filarmônica de Minas visita três cidades do Triângulo Mineiro em turnê regional

Wellington Pedro/Imprensa MG 

Tupaciguara, Araguari e Uberlândia recebem Orquestra Filarmônica nos dias 17, 18 e 19 de junho, em apresentações gratuitas 

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais chega ao Triângulo Mineiro em mais uma Turnê Estadual da Temporada 2010. Moradores das cidades de Tupaciguara, Araguari e Uberlândia poderão assistir aos concertos, que acontecem nos dias 17, 18 e 19, respectivamente. A entrada é franca. O destaque das apresentações é a flautista Cássia Renata Lima, chefe de naipe de flautas da Filarmônica e a regência é do maestro Fabio Mechetti, regente titular e diretor artístico da Filarmônica de Minas. 

As apresentações contam com o apoio das prefeituras locais e recursos das Leis Estadual e Federal de Incentivo à Cultura. Em Tupaciguara e Uberlândia, tem o patrocínio da Algar Telecom. Segundo Mechetti, as turnês pelo interior de Minas e as apresentações ao ar livre ajudam a disseminar e popularizar a música clássica, tornando-a acessível a todos os públicos. Neste ano, a Filarmônica de Minas já esteve nas cidades de Pará de Minas, Araxá e Sacramento. 

Programa 

O concerto começa com o Hino Nacional, de Francisco Manuel da Silva. Em seguida, a música Batuque, obra mais conhecida do brasileiro Oscar Lorenzo Fernandez. A peça é parte da suíte sinfônica Reisado do Pastoreio. A orquestra também irá executar o primeiro movimento do Concerto para Flauta em Ré, de Mozart, que terá solo da flautista Cássia Renata Lima. 

Há ainda Romeu e Julieta, de Tchaikovsky, obra inspirada na história de William Shakespeare passada em Verona, na Itália. O encerramento terá duas composições do argentino Astor Piazzolla: Oblivion e Primavera Porteña, dois tangos orquestrados pelo maestro Fabio Mechetti. 

A música de Piazzolla é considerada uma das maiores expressões artísticas da Argentina. Incorpora jazz e música clássica ao tango. Com isso, conseguiu um resultado surpreendente e inovador, sofisticando esse ritmo portenho e revolucionando seus conceitos. Nos últimos anos, Piazzolla preferiu apresentar-se em concertos como solista acompanhado por uma orquestra sinfônica com uma ou outra apresentação com seu quinteto. Foi assim que percorreu o mundo e ampliou seu público. 

Para encerrar, Il Guarany: Abertura, de Carlos Gomes.  Em 1870, Gomes iniciou a brilhante carreira de compositor, estreando a ópera O Guarani no Teatro La Scala, em Milão, Itália. Pela primeira vez, conseguiu que a arte brasileira fosse reconhecida na Europa, destacando-se pela beleza da música e pela qualidade da composição. Gomes viajou o mundo com a ópera, realizando temporadas de sucesso. 

Fabio Mechetti 

Regente Titular e Diretor Artístico da Filarmônica de Minas, o paulistano Fabio Mechetti também é regente titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica de Jacksonville, na Florida, EUA, desde 1999. Fez sua estreia no Carnegie Hall de Nova York conduzindo a Orquestra Sinfônica de Nova Jersey e tem dirigido inúmeras orquestras norte-americanas, como as de Seattle, Buffalo, Utah, Rochester, Phoenix e Columbus, entre outras. Foi regente associado de Mstislav Rostropovich na Orquestra Sinfônica Nacional de Washington. 

Fez diversos concertos no México, Espanha e Venezuela. No Japão, dirigiu por várias vezes as orquestras sinfônicas de Tóquio, Sapporo e Hiroshima. Recentemente, fez a sua estreia com a Orquestra Sinfônica da BBC da Escócia, a Filarmônica de Auckland, na Nova Zelândia, e a Orquestra Sinfônica de Quebec, no Canadá. No Brasil, foi convidado a dirigir a Sinfônica Brasileira, a Estadual de São Paulo, as orquestras de Porto Alegre e Minas Gerais e as Municipais de São Paulo e do Rio de Janeiro. 

Fabio Mechetti recebeu títulos de Mestrado em Regência e em Composição pela prestigiosa Juilliard School de Nova York. Em 2009, ganhou o Prêmio Carlos Gomes na categoria de Melhor Regente Brasileiro por seu trabalho com a Filarmônica de Minas Gerais. 

Cássia Renata Lima 

Natural de Extrema, MG, Cássia Renata Lima iniciou seus estudos com João Dias Carrasqueira. Concluiu Bacharelado em Flauta pelo Instituto de Artes da UNESP como aluna de Jean-Noel Saghaard em 1999. Participou dos principais festivais de música no país, como Oficina de Música de Curitiba, Festival de Inverno de Campos do Jordão e Juiz de Fora. 

Foi bolsista da Fundação Vitae durante os anos de estudo na Mannes College of Music em Nova York, onde concluiu Mestrado e foi aluna de Keith Underwood. Venceu os principais concursos no Brasil, tais como o Concurso Jovens Solistas da Orquestra Experimental de Repertório, onde atuou como solista, e Primeiro Lugar nos concursos Jovens Talentos de Piracicaba e II Concurso Nacional Jovens Flautistas, promovido pela Associação Brasileira de Flautistas. Em Nova York, venceu o concurso Mannes Concerto Competition, onde novamente atuou como solista, e o Gregory Award, por excelência em performance. Ainda nos EUA, foi bolsista do Tanglewood Music Center, onde atuou como camerista e também como primeira flauta, sob regência de James Levine, Kurt Masur e Seiji Ozawa. Em Minneapolis, fez parte do corpo docente da University of Minnesota e também foi flautista da Minnesota Orchestra, sob regência de Charles Dutoit. 

De volta ao Brasil, Cássia foi Primeira Flauta da Orquestra do Estado de São Paulo (OSESP), onde também atuou como solista em 2008. Participou da I Oferenda Musical em São Paulo e foi professora da Oficina de Música de Curitiba em 2008. Atualmente Cássia atua como camerista nos grupos Percorso Ensemble, de música nova e do quinteto de sopros Kaleidos. Integra a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais desde julho de 2009. 

Serviço:
Orquestra Filarmônica de Minas Gerais
Turnê Estadual – Apresentações com entrada franca

Tupaciguara – Dia 17 de junho, quinta-feira, às 20h30
Praça João de Barros Ferreira. Centro – Informações: (34) 3281-0070 

Araguari – Dia 18 de junho, sexta-feira, às 20h30
Av. Theodolino Pereira, próximo ao Supermercado Bretas- Informações: (34) 3690-3220 

Uberlândia – Dia 19 de junho, às 20h30
Espaço aberto do Teatro Municipal
Informações: (34) 3239-2820

Agência Minas

farolcomunitario | rede web de informação e cultura

coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br

Seguidores