domingo, 6 de junho de 2010

Emater-MG lança na Expocafé o 7º Concurso de Qualidade Cafés de Minas

BELO HORIZONTE (02/06/10) - O 7º Concurso de Qualidade Cafés de Minas será lançado oficialmente durante a 13ª Expocafé, que acontece de 16 a 18 de junho, em Três Pontas, no Sul de Minas. Entre as novidades da edição deste ano está o georreferenciamento de todas as amostras inscritas. Isto vai proporcionar às propriedades participantes um diferencial a mais no mercado internacional, cada vez mais exigente quanto à rastreabilidade e certificação de origem dos produtos.

Outra mudança que beneficiará os produtores é no tamanho dos lotes apresentados para o leilão dos finalistas, que passa de 30 sacas para somente 10 sacas neste ano. "É uma estratégia para valorizar ainda mais os melhores cafés e para permitir a participação de agricultores familiares", afirma o coordenador do Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas, Marcos Fabri Junior, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

Fabri explica que a redução no tamanho do lote significará investimento menor para os compradores, que poderão se dispor a oferecer preços mais altos por um produto diferenciado. "Geralmente os cafés adquiridos em leilões serão oferecidos ao mercado para reforçar o marketing das indústrias e cafeterias junto a um público específico, ou nicho de mercado, e por isso não é vantajoso ter grandes quantidades."

As amostras serão recebidas até o dia 8 de setembro em todos os escritórios da Emater-MG. Os produtores poderão concorrer em duas categorias: café natural e cereja descascado. Serão premiadas as três melhores amostras de cada categoria. Serão avaliados o aspecto físico dos grãos (como grau de umidade e uniformidade), além das características sensoriais da bebida preparada, como sabor, aroma, corpo e grau de acidez. Mais informações sobre como participar podem ser obtidas pelo telefone (35) 3821-0020 ou pelo e-mail uregi.lavras@emater.mg.gov.br.

No 6º Concurso de Qualidade Cafés de Minas, realizado em 2009, foram recebidas 960 inscrições, de todas as regiões produtoras. O concurso estadual é realizado pela Emater-MG e pela Universidade Federal de Lavras. A iniciativa tem como parceiros o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig); o Centro de Excelência de Café de Machado; o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sul de Minas - Campus Machado; o Polo de Excelência de Café de Lavras e o Centro de Excelência do Café de Viçosa, além de várias outras instituições da iniciativa pública e privada.

A 13ª Expocafé será realizada numa área de cerca de 10 mil metros quadrados na Fazenda Experimental da Epamig, em Três Pontas. O evento permite aos produtores buscarem, por meio da troca de informações e do conhecimento, novas tecnologias e fundamentos necessários ao desenvolvimento da cafeicultura. É atualmente o maior evento nacional de transferência de tecnologia e de extensão do agronegócio café.

Agência Minas
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br

Seguidores