domingo, 18 de abril de 2010

Assentamento do triângulo mineiro planeja construção de casas e a produção

As famílias do assentamento Perobas Sanharão, em Campina Verde (MG), reúnem-se nesta sexta-feira, 16, para planejar a construção das casas e a produção nos lotes. Durante o evento, serão abertas cinco cartas consultas com o orçamento de empresas que concorrem para fornecer material para construção das moradias. As famílias também receberão, no encontro, uma patrulha mecanizada que contribuirá para o preparo do solo para plantio.

As cartas consultas são resultado de uma cotação feita com empresas fornecedoras de material de construção. Os assentados acreditam que conseguirão um bom preço devido à concorrência entre as empresas e também ao montante das compras. Serão adquiridos R$ 2,3 milhões em materiais, com recursos do Crédito Aquisição de Material de Construção. Com o investimento, 158 casas serão erguidas. Esse é um dos créditos concedidos pelo Incra para instalação do assentamento.
 
Cada família tem acesso a R$ 15 mil. Até 15% desse valor pode ser investido com a contratação de mão de obra. O presidente da associação do assentamento, Carmelito Rodrigues Pereira, acredita que as obras começarão em maio. "Com base na proposta vencedora, faremos o plano de aplicação dos materiais. Aí enviamos para o Incra e o dinheiro é liberado para a empresa. Então, a construção deve começar no mês que vem", planeja.

A Secretaria de Saúde do Município de Campina Verde aproveitará a oportunidade e fará o cadastramento dos assentados que precisam de remédios de uso contínuo. O objetivo é ter um controle da demanda por medicamentos no assentamento e garantir o fornecimento regular.
 
Equipamentos para produção

No evento, o assentamento receberá uma patrulha mecanizada, composta de trator, grade, esparramador, carreta e niveladora. Os equipamentos foram adquiridos com recursos oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Gilmar Machado. Com a patrulha, as famílias poderão preparar o solo e iniciar a produção. De imediato, 50 famílias utilizarão o equipamento, pois fecharam contrato com uma fábrica de biodiesel da região para fornecer matéria prima para o combustível. Elas plantarão, em cerca de 40% da área do lote, girassol, soja, milho e outras culturas.

Créditos Instalação

Os recursos disponibilizados pelo Incra fazem parte do Programa Crédito Instalação, que tem como objetivo garantir o suporte inicial aos assentados. Para a aplicação dos recursos, de qualquer uma das modalidades, é necessário aprovação do Plano de Aplicação pelo Incra.

Os valores são depositados em uma conta bancária bloqueada em nome da associação do assentamento. A movimentação é toda realizada pelo banco, que efetua o pagamento diretamente aos fornecedores dos materiais, após a aprovação das notas fiscais pelo Incra.

Modalidades de Créditos por família

Apoio Inicial: R$ 3,2 mil por família;
Apoio Mulher: R$ 2,4 mil por família;
Aquisição de Materiais de Construção: R$ 15 mil por família;
Fomento: R$ 3,2 mil por família;
Adicional do Fomento: R$ 3,2 mil por família;
Semiárido: Até R$ 2 mil por família;
Recuperação / Materiais de Construção: Até R$ 8 mil por família;
Reabilitação de Crédito de Produção: Até R$ 6 mil por família;
Crédito Ambiental: R$ 2,4 mil por família.

Assessoria de Comunicação Social MDA/Incra 

--
farolcomunitario | rede web de informação e culltura

Seguidores