segunda-feira, 8 de março de 2010

Aécio Neves inaugura entreposto em Uberlândia

Omar Freire/Imprensa MG
Solenidade no Entreposto da Zona da Franca de Manaus, em Uberlândia
Solenidade no Entreposto da Zona da Franca de Manaus, em Uberlândia
 
UBERLÂNDIA (08/03/10) - O governador Aécio Neves e o vice-governador Antonio Anastasia, participaram nesta segunda-feira (8), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, da inauguração do Entreposto da Zona Franca de Manaus, primeiro entreposto aduaneiro do país localizado fora do Amazonas. Também fez parte da agenda oficial em Uberlândia, a assinatura de uma série de convênios para investimentos nos setores de saúde e infraestrutura, além da inauguração da expansão da Cargill, para a fabricação de derivados de milho e adoçantes.

"Hoje estamos em Uberlândia para o lançamento de um conjunto extraordinário de investimentos para a cidade e toda a região, o que nos orgulha muito. São ações que me deixam extremamente feliz, como a criação de entreposto da Zona Franca de Manaus, resultado de uma luta de muitos. Mostra que quando somamos esforços para alcançar algum objetivo, esse objetivo vem", disse o governador, em seu pronunciamento, durante a assinatura de convênios na Prefeitura de Uberlândia.

A inauguração do Entreposto da Zona Franca de Manaus marca a consolidação de um processo que se iniciou em 2007, quando os governadores Aécio Neves e Eduardo Braga (Amazonas) assinaram protocolo para a instalação do entreposto em Uberlândia.

"Essa é uma conquista que vários outros estados desejam. É a demonstração da capacidade de Uberlândia e de sua estrutura logística. Uberlândia apresentou à Zona Franca de Manaus possibilidades mais adequadas para o escoamento dos seus produtos", afirmou Aécio Neves. 

O entreposto funcionará como armazém para recebimento da produção das empresas instaladas na Zona Franca e distribuição aos varejistas de todo o país ou mesmo para exportação. A escolha por Uberlândia por parte do Governo do Amazonas foi fundamentada na sua localização geográfica estratégica e por sua malha viária que interliga todas as regiões do país. Além disso, a cidade abriga os maiores distribuidores atacadistas do país.

Também pesou a favor de Uberlândia a presença do Porto Seco do Cerrado, no Distrito Industrial da cidade, com infraestrutura para atender importadores e exportadores. O porto permite que o recolhimento dos custos fiscais de importação seja feito apenas no momento de sua efetiva retirada do local. Os exportadores contam com a vantagem de acompanhar o desembaraço das cargas nas proximidades de suas instalações, dispensando o uso de despachantes no porto.

Convênios

O governador Aécio Neves e o vice-governador Antonio Anastasia também assinaram com a Prefeitura de Uberlândia convênio no valor de R$ 15 milhões para a compra de equipamentos para o Hospital Regional de Uberlândia, que prestará serviços de média e alta complexidade. O hospital irá desafogar as Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) e o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

"São investimentos novos para o hospital, que pretendemos inaugurar já no início do próximo semestre. É o maior investimento hospitalar em execução e construção em Minas Gerais, com tudo que existe de mais moderno em sustentabilidade e também em qualidade de atendimento", disse o governador.

A unidade hospitalar contará com clínica médica e cirúrgica, maternidade e pediatria, e também leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O hospital começou a ser construído em 2007, e já foram investidos R$ 46 milhões nas obras, sendo R$ 38 milhões do Governo do Estado e R$ 19 milhões da prefeitura.

Viaduto e estrada Campo Florido

Durante a solenidade, ao lado do prefeito Odelmo Leão, o governador anunciou a abertura de licitação para a implantação, pavimentação e construção da estrada que liga o município de Campo Florido a Uberlândia, numa extensão de 106 km.

"Estou anunciando o início das obras, ainda esse semestre, da estrada que liga Uberlândia a Campo Florido. O último grande desafio a enfrentar aqui na região. Essa estrada liga Uberlândia ao centro-sul do país, com a região Sudeste e com alguns estados do Centro-Oeste", disse Aécio Neves.

O Governo de Minas e a Prefeitura de Uberlândia firmaram convênio, durante o evento, no valor de R$ 25 milhões, para a construção do viaduto no cruzamento da avenida João Naves de Ávila com avenida Rondon Pacheco. Do total investidos, R$ 12 milhões virão do Tesouro Estadual. 

"Estamos resgatando compromisso. Estou garantindo também atendimento a um pedido do prefeito Odelmo, que é o viaduto que passa próximo da avenida Governador Rondon Pacheco, que vai suprir um gargalo, também, de tráfego na cidade. Enfim, um conjunto de ações que me deixa extremamente feliz", disse Aécio Neves.

Agronegócio

Durante o evento, também foi assinado termo de cessão do município de Uberlândia para a Epamig da Fazenda Buriti, que tem uma área de 672 mil metros quadrados. A fazenda será usada para a implementação e desenvolvimento de pesquisa agropecuária em Uberlândia, além da recuperação e preservação do meio ambiente.

Nesta terça-feira (9), o governador faz uma visita às obras do Hospital Regional, acompanhado pelo prefeito Odelmo Leão. Durante a visita à prefeitura, o governador foi homenageado pelo prefeito com a inauguração de um busto do ex-presidente Tancredo Neves, que ficará na prefeitura.

Durante a agenda oficial em Uberlândia, Aécio Neves foi acompanhado por diversos prefeitos da região, deputados federais e estaduais, além do presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Alberto Pinto Coelho; o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Robson Andrade; o ex-governador de Minas, Rondon Pacheco; e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Sérgio Barroso, entre outras lideranças empresariais e políticas.

 
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores