quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Oposição cobra liberação de recursos de emendas parlamentares

O líder do bloco PT/PMDB/PCdoB na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Padre João (PT), cobrou do Governo do Estado a liberação da verba referente às emendas parlamentares a que cada parlamentar tem direito. Na Reunião Ordinária de Plenário da tarde desta quarta-feira (3/2/10), Padre João foi à tribuna, onde afirmou existir "perseguição" aos deputados da oposição.

"O governo não quer pagar o que deve. São recursos públicos, que serão usados nos mais diferentes setores. E ainda por cima temos que fazer o milagre da multiplicação das emendas.", ironizou, referindo-se ao valor a ser recebido por cada parlamentar: R$ 1,5 milhão.

A demora na recontratação dos agentes penitenciários demitidos no ano passado também foi alvo de críticas. Sobre o assunto, o deputado Lafayette de Andrada (PSDB) já havia pedido a palavra anteriormente para explicar que o governo não fugirá do acordo. "O que foi combinado será cumprido. Só peço um pouco mais de paciência", disse.

Comunicações - Na Reunião desta quarta-feira (3), a Presidência recebeu comunicado oficial do deputado Gilberto Abramo, informando sua saída do PMDB para o PRB. O deputado Sávio Souza Cruz (PMDB) informou sua indicação para a liderança da Minoria; e os deputados Adelmo Carneiro Leão (PT) e Vanderlei Miranda (PMDB) serão os vice-líderes do bloco PT/PMDB/PCdoB.

Também na Reunião Ordinária, o deputado Inácio Franco (PV) indicou Wander Borges (PSB) e Rômulo Veneroso (PV) para vice-líderes do Bloco Parlamentar Social (BPS). O deputado indicou ainda o deputado Agostinho Patrús Filho (PV) para integrante efetivo da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária na vaga do ex-deputado Juarez Távora (PV).

Assessoria de Imprensa ALMG
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores