terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Conferência Municipal de Defesa Civil reúne gestores da área em Belo Horizonte

          A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Políticas Urbanas e da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), realizou no sábado, dia 23, no Colégio Arnaldo, a I Conferência Municipal de Defesa Civil. O prefeito Marcio Lacerda participou do encontro que reuniu gestores públicos municipais, membros dos núcleos comunitários de alerta de chuvas (Nac) e de defesa civil (Nudec), agentes de defesa civil, membros do Grupo Executivo de Áreas de Risco (Gear) e representantes do Corpo de Bombeiros.

Com o slogan "Belo Horizonte no Mapa da Proteção", a conferência foi apresentada pelo secretário municipal de Políticas Urbanas, Murilo Valadares. Na programação, palestras com os temas "Sistema Nacional de Defesa Civil", ministrada pela assessora especial da Secretaria Nacional de Defesa Civil, Maria Inez Resende Cunha, e "Sistema de Meteorologia e Suas Aplicações", ministrada pela coordenadora do Centro de Climatologia-PUC Minas TempoClima, Adma Raia Silva. As atividades abordaram ainda discussões sobre ações de Defesa Civil nas áreas de encostas, sujeitas a inundações e ações de defesa em áreas de desastres em geral. Ao final dos trabalhos, foram eleitos os delegados que irão representar Belo Horizonte na 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil, em Brasília. Foram escolhidas também as propostas da capital a serem apresentadas no encontro, que será realizado em março.

Marcio Lacerda destacou que a Prefeitura vem desenvolvendo há vários anos com sucesso programas como Vila Viva, Orçamento Participativo  e Viurbs – Programa de Estruturação Viária. "Estes programas vêm reduzindo consideravelmente a situação de risco de Belo Horizonte. Ao mesmo tempo, estamos realizando uma série de obras de prevenção de cheias em diversos córregos da capital. Como resultado dos trabalhos temos a redução do número de edificações em vilas e aglomerados", disse.

Os trabalhos da conferência tiveram quatro temas: Ações de Defesa Civil para Áreas de Encostas, Ações de Defesa Civil para Áreas de Inundações, Ações de Defesa Civil para Áreas de Desastre em Geral e Formas de Participação Popular. Três temas nacionais também fizeram parte das discussões: Políticas Públicas de Atenção Integral ao Cidadão, Mobilização e Participação da Sociedade na Prevenção e no Controle Social Sobre a Efetivação da Política Pública de Defesa Civil e Desafios para a Efetivação da Defesa Civil no Século XXI.

 

Conferência Nacional

Realizado em parceria com o Ministério da Integração Nacional, o encontro é a etapa municipal da Conferência Nacional que vai acontecer em Brasília. Entre os objetivos estão   a análise das ações do Sistema Nacional de Defesa Civil (Sindec), definição de diretrizes para a reorganização do Sindec e das ações de defesa civil, com ênfase nos princípios da prevenção e assistência humanitárias, além de definir diretrizes que possibilitem o fortalecimento da participação social no planejamento, gestão e operacionalização do Sindec.

Entre as ações de maior destaque feitas pela defesa civil em Belo Horizonte estão, as obras dos córregos Jatobá/Olaria, Engenho Nogueira, Santa Terezinha e Bonsucesso, a urbanização da avenida Belém, a recuperação do Fundo do Arrudas e as intervenções na avenida Várzea da Palma e na Vila do Índio. O Programa Estrutural de Áreas de Risco (Pear), Vila Viva, Orçamento Participativo e os trabalhos dos NAC, Nudec e Gear também fazem parte dos trabalhos de defesa civil no município.

 

Karina Motta / FSB

--

farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores