segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Jogos Escolares de Minas terão medidas contra Influenza A

BELO HORIZONTE (28/09/09) - Devido ao grande número de estudantes que irão participar, de 5 a 10 de outubro, em Montes Claros, no Norte de Minas, da etapa estadual dos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg), serão realizadas, durante todo o evento, ações de precaução determinadas pelo Comitê de Enfrentamento à Influenza A, Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej) , Secretaria de Estado de Educação (SEE) e Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros. O objetivo é diminuir o risco de transmissão de Influenza A (H1N1) e evitar o surgimento de novos casos, durante os cinco dias dos jogos. 

As medidas são consideradas preventivas, pois até o momento não há a registros de casos confirmados da nova gripe em Montes Claros. No entanto, como haverá o encontro de estudantes de diversas cidades, é necessário o estabelecimento de um plano de ações. 

Uma equipe médica ficará disponível 24 horas para atendimento a crianças que apresentarem quadro de síndrome gripal (febre e tosse ou dor de garganta) durante o evento e também nos alojamentos. Essa equipe foi treinada e está equipada com uma ambulância UTI, um médico, um técnico de enfermagem, um motorista socorrista, materiais, equipamentos e medicamentos de primeiros socorros. 

Além da equipe médica, todos os profissionais envolvidos receberam, nesse sábado (26), treinamento sobre o Protocolo de Vigilância Epidemiológica e Assistência aos Casos de Influenza. Estes profissionais terão a responsabilidade em divulgar informações e orientações. Nenhuma funcionária gestante irá trabalhar no Jemg. 

Autorização 

Além disso, cada escola deverá encaminhar uma carta aos pais e responsáveis contendo orientações e recomendações sobre a Influenza e sobre as medidas preventivas que serão adotadas e cobrar a autorização dos pais ou responsáveis legais. 

Para o monitoramento da população participante, a Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros recebeu um cadastro de todos os municípios e alunos. Já para correta higienização, serão realizadas medidas de limpeza e desinfecção de todos os objetos de uso em comum, duas vezes ao dia, com solução de água sanitária ou álcool 70% anti-séptico. 

Haverá, ainda, reposição permanente em banheiros e áreas estratégicas de insumos básicos, tais como: álcool gel, sabão, papel higiênico e toalhas de papel para secagem das mãos. O lixo terá adequado armazenamento e recolhimento diário para evitar seu acúmulo e todas as lixeiras dos banheiros serão com pedal. 

Para a realização dessa limpeza a coordenação do evento adquirirá 150 kg de álcool gel 70% (anti-séptico para mãos), 50 saboneteiras com reservatórios (500g); 80 frascos de 500g com álcool gel 70% (anti-séptico para mãos); 100 máscaras N95 para utilização pelos profissionais de saúde e 2.500 máscaras cirúrgicas (brancas com elásticos) para casos suspeitos no evento e membros da comissão organizadora e executora do evento. 

Colaboração 

Além das medidas tomadas pela organização do evento, é importante que cada pai oriente seu filho a realizar algumas medidas de segurança. A primeira delas é lavar as mãos com frequência, principalmente após utilização de banheiros, antes das refeições e, se possível, utilizar frequentemente o álcool gel nas mãos. 

As crianças devem também evitar todas as formas de contato íntimo, ao dormir nos alojamentos manter uma distância mínima de um metro e não compartilhar alimentos, bebidas, toalhas de banho ou de rosto e outros objetos de uso pessoal. 

Ao apresentar quadro de síndrome gripal, devem procurar imediatamente pelo atendimento médico e, ao perceber algum estudante com sinais de síndrome gripal, manter distância mínima de um metro e orientar que este procure atendimento médico.

Agência Minas


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura



Seguidores