quarta-feira, 1 de julho de 2009

Cohab/MG autoriza obras em cinco municípios mineiros

BELO HORIZONTE (01/07/09) - Obras de cinco novos conjuntos habitacionais da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab/MG), totalizando 257 unidades, tiveram início esta semana nos municípios de Bocaiúva, região Norte de Minas; Campo Florido e Monte Alegre de Minas, no Triângulo Mineiro; Pouso Alto e São Tomas de Aquino, no Sul de Minas. O valor do investimento é de R$ 5.926.610,50.

As construtoras vencedoras das licitações têm prazo que varia de 120 a 210 dias para a entrega das obras. Esses empreendimentos integram o Lares Geraes, um dos projetos estruturadores do Governo de Minas, que é implementado desde o primeiro semestre de 2005. Os investimentos são realizados com recursos do orçamento estadual alocados no Fundo Estadual de Habitação. 

Com as novas construções, a Cohab passará a gerenciar 59 canteiros de obras em diversas regiões do Estado, onde estarão sendo construídas 3.437 unidades habitacionais destinadas a famílias com renda de até três salários mínimos. Esses empreendimentos são realizados em parceria com os municípios, responsáveis pela doação dos terrenos e execução das obras de infra-estrutura (arruamento, energia elétrica, redes de água e esgoto sanitário). 

No final do primeiro semestre deste ano, o Programa Lares Geraes registrava 22.568 casas entregues ou em construção no Estado. Os investimentos realizados ou em aplicação totalizavam mais de R$ 466 milhões, representando a geração, durante as obras, de 28 mil empregos diretos e indiretos, que correspondem ao pagamento de mais de R$ 108 milhões em salários e renda indireta. 

Números 

São os seguintes os números relativos às obras da Cohab que tiveram início esta semana: em Bocaiúva, serão construídas as 80 casas que integram o Conjunto Habitacional Alessandra Vicentin, ao custo de R$ 1.676.025,70. Campo Florido receberá o Conjunto Habitacional Residencial Azaleia III, com 37 casas, chegando a R$ 962.411,17 o valor da obra. Em Monte Alegre de Minas, o Conjunto Habitacional Jota Tolendal Bittencourt terá 80 casas, que serão construídas ao custo de R$ 1.789.206,80. As 27 casas do Conjunto Habitacional Loteamento Papa João Paulo II, em Pouso Alto, serão construídas com investimento de R$ 699.019,23. Em São Tomás de Aquino serão investidos R$ 799.947,60 nas obras do Conjunto Habitacional Residencial Santa Rita II, onde serão construídas 33 casas.


Agência Minas


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura

Seguidores